27.5 C
Santiago do Chile
VINHOS

VINHOS CABERNET SAUVIGNON

Os vinhos elaborados com a uva Cabernet Sauvignon são uns dos mais famosos do mundooooo! E vou ser bem sincera que antes eu NÃO CURTIA esse tipo de vinho de forma algumaaaaa! Achava tânico DEMAIS! E suuuuper super super forte. Mas sabe como é, né? Com o tempo, a gente vai aprendendo a apreciar! hahaha

Origem: Sudoeste da França em Bordeaux. Nasceu do cruzamento natural entre Cabernet Franc (tinto) e Sauvignon Blanc (branca).

E por que os vinhos cabernet são TÃO famosos? Pelo fato de se adaptarem à inúmeros estilos de terroir e produzirem vinhos magníficos neles! Por causa disso, a cabernet ganhou o título de “rainha das uvas tintas”. Sabiam disso? Hahaha

assorted-labeled wine bottles

EPAAAAA LAÍSE! Mas o que é o “terroir”? É absolutamente TUDO que caracteriza uma região: o clima, o solo, a incidência de chuvas, a qualidade da terra, a fauna e flora locais e até mesmo a composição microbiológica da atmosfera e a história do local.


 CABERNET SAUVIGNON

Estrutura: Vinho seco

Aromas: Frutas negras e herbáceos. Nos climas frios, se sente mais as frutas negras e um pouco de pimentão verde. Já nas regiões quentes, desaparece essa característica vegetal.

Sabores: Groselha negra, cereja negra, menta, pimentão verde.

Nos climas muito quentes, seus sabores de fruta podem adquirir um caráter de fruta cozida.

Taninos: Altos – responsáveis pelo caráter adstringente, ou seja, aquela sensação de boca “enxuta”, semelhante a quando comemos um caju, um kiwi ou uma banana verde.

Uma opção para suavizar a quantidade de taninos, seria ainda na colheita! Ou seja, fazer uma colheita tardia, permitindo que o fruto amadureça completamente, atingindo seu auge. Dessa forma, os taninos, embora ainda presentes, estão já suavizados e serão mais facilmente equilibrados ao longo do processo de vinificação.

long-stem wine glass filled with red wine

Dessa forma, pode-se obter um vinho balanceado e de boa complexidade, capaz de demonstrar todo o potencial do terroir. Por outro lado, caso as uvas sejam colhidas antes de atingirem o ponto ideal da maturação, o vinho pode apresentar marcantes aromas de pimentão verde e de azeitonas. UÓ!

SUAS CARACTERÍSTICAS

Acidez: Alta

Corpo: médio a alto.

Clima ideal: quentes e temperados.

Pele das uvas: Grossa, com muita cor, sabor e taninos.

Precisa de uma temporada de crescimento larga e quente.

Cor: Vermelho rubi profunda e intensa. Aspecto brilhante. Além disso, a cor das bordas pode variar entre o violeta e o acastanhado em decorrência do tempo de armazenamento do vinho nos barris. Portanto, quanto mais jovem, mais se nota o tom violeta. À medida que o vinho Cabernet Sauvignon envelhece, é possível identificar o tom em castanho.


ESTILOS DE CABERNET SAUVIGNON

Isso vai depender muito de cada vinícola e do que cada produtor vai querer priorizar no seu portfólio.

  • Temos Cabernet Sauvignon extremamente amadeirados, escondendo um pouco as características da própria uva;
  • Também temos Cabernet Sauvignon bastante puristas, com madeira bem equilibrada, integrando o essencial da madeira ao essencial da uva;
  • Temos bons Cabernet Sauvignon sem passagem alguma em barricas de carvalho (madeira) e extremamente ricos em sabor;
  • E finalmente, temos os vinhos Cabernet Sauvignon ligeiros, aqueles que são simples, baratos e para serem bebidos em qualquer ocasião.
wine bottle on shelf lot

IMPRESSÕES

Então o Cabernet Sauvignon pode confundir um pouco e causar impressões muito diferentes entre as pessoas que gostam de vinhos. Uns desenvolveram um paladar pelo primeiro tipo, outros pelo último, e assim vai.

Digamos que dentro dos vinhos Cabernet Sauvignon, encontramos vários “estilos” de vinho. E cada um tem o seu favorito – ou não. hahaha

Podemos encontrar a cabernet sauvignon em vinhos monovarietais, que vão ser 100% dessa variedade de uva. E, podemos encontrá-la também em uma mescla – várias variedades dentro de um vinho só. Por exemplo, cabernet sauvignon e merlot. (Um blend! AMO!) E esses blends são bons pra suavizar os níveis muito altos de taninos e acidez da cabernet sauvignon.

Imediatamente depois da fermentação, o cabernet vai ter sabores desagradavelmente muito muito tânicos. Por isso, precisam envelhecer em barris de carvalho durante vários meses ou anos! Esse envelhecimento no barril permite a entrada de pequenas quantidades de oxigênio no vinho – e isso ajuda a suavizar os taninos, e a acidez preservará o frescor da bebida. Um barril novo vai adicionar também ao vinhos alguns sabores secundários – baunilha, cravo, defumado.

person pouring wine from decanter on wineglass

Existem rótulos que necessitam descansar durante alguns anos para que possam proporcionar o máximo da expressão e personalidade a cada gole que tomamos. A guarda de um vinho é determinada por diversos fatores, sendo a qualidade da matéria-prima o principal.

Um ponto positivo dessa acidez e taninos tão altos: são ÓTIMOS conservantes naturais! Ou seja, podem envelhecer inclusive muitos anos na própria garrafa (o que daria aromas e sabores terciários ao vinho, como frutas secas, terra, piso de floresta…). ENTRETANTO, precisam ser guardados longe do sol e na temperatura adequada! Alguns exemplos podem durar até 20 anos envelhecendo!

E lembrem-se: quanto mais tempo de envelhecimento, mais os taninos vão se suavizando!


REGIÕES IMPORTANTES DE CABERNET NO MUNDO:

long-stem wine glass filled with liquidFRANÇA

BORDEAUX

Na região temperada de Bordeaux, muitos lugares são friozinhos demais para que a cabernet madure de forma fiél todos os anos. Então, nos anos em que ela não madure bem, vai ser mais utilizada em mesclas com merlot por exemplo, onde a porcentagem da merlot será maior.

Entretanto, todavia, na margem esquerda de Bordeaux, tem alguns solos que tem muuuitas pedras! E isso ajuda a cabernet a madurar. Porque as pedras vão absorver o calor durante o dia e aquecer a videira durante a noite. E fora isso, as pedras ajudam com a drenagem do solo com as águas das chuvas, evitando que as raízes fiquem frias e húmidas e fazendo com que as videiras busquem mais profundamente por águas e nutrientes.

SUL DA FRANÇA

Tem o clima quente e os padrões meteorológicos são menos variáveis que em Bordeaux. Ou seja, a cabernet pode madurar de forma fiel.

CALIFÓRNIA

Napa Valley, Sonoma, Oakville, Rutherford, Calistoga.

CHILE

Valle del Maipo, Valle de Colchagua, Valle Central.

ÁFRICA DO SUL

Stellenbosch

AUSTRÁLIA

Margaret River, Coonawarra

NOVA ZELÂNDIA

Hawke’s Bay

  • Normalmente, em lugares mais quentes, como Estados Unidos, Austrália, Argentina, África do Sul, regiões centrais e sul da Itália e Espanha, é comum a Cabernet Sauvignon dar vida a vinhos com taninos mais maduros e teor alcoólico mais elevado. (Pois nessa regiões mais quentes elas atingem o auge de desenvolvimento)
  • Em lugares mais frios, como França, Chile e norte da Itália, os vinhos costumam ser menos robustos do que os de região mais quente e o aroma predominante é o de frutas vermelhas/negras.

COM O QUE PODEMOS HARMONIZAR O CABERNET SAUVIGNON?

person pouring red wine on wine glass

Vamos lá: da mesma forma que uma harmonização tem o poder de exaltar as qualidades da bebida e dos alimentos, em contrapartida, se a união não for harmoniosa, os dois podem ser prejudicados, resultando em um momento em que oramos pra que acabe logo.

Além disso, os vinhos da uva Cabernet Sauvignon podem ser mais robustos ou mais delicados, dependendo da região onde foram elaborados, do estado de maturação das uvas no momento da colheita e de outros fatores próprios de cada terroir e de cada produtor.

OS VINHOS

Vinhos mais jovens com taninos mais pronunciados: Pratos mais gordurosos, como carne de porco e de cordeiro. Risoto de cogumelos finalizado com manteiga de ervas e queijo parmesão.

Vinhos de corpo mais leve, com pouco tempo em barricas: Pratos igualmente leves, como massas ao molho, ou mesmo carnes magras assadas e risotos mais simples.

Vinhos mais envelhecidos e menos tânicos: Carnes assadas em geral. Também combinam com molhos mais gordurosos, como aqueles à base de manteiga ou de creme branco.

Vinhos mais encorpados, com amadurecimento longo: Nhoque com ragu ou costelas.


BONS EXEMPLARES DE CABERNET SAUVIGNON

assorted-label wine bottle lotNão vou colocar os preços porque variam MUITO de acordo com o local que você compra! Normalmente os preços no Chile costumam ser METADE dos preços do Brasil!

Brasileiros

  • Dádivas Merlot Cabernet Sauvignon
  • Miolo Reserva Cabernet Sauvignon
  • Salton Paradoxo Cabernet Sauvignon
  • Miolo Seleção Cabernet
  • Tori Hiragami Cabernet Sauvignon
  • Suzin Cabernet Sauvignon
  • Don Laurindo Cabernet Sauvignon

Chilenos

  • Santa Helena Reserva Cabernet Sauvignon
  • Exportación Selecto Concha y Toro (Carmenére + Cabernet!) SUPER SUAVE, uma delícia!
  • Gran Tarapacá Reserva Cabernet Sauvignon
  • Concha y Toro Reservado Cabernet Sauvignon
  • Santa Helena Reservado Cabernet Sauvignon

EM QUAL TAÇA DEVO TOMAR?

O formato desta taça Bordeaux é perfeito para os vinhos ricos em taninos, favorecendo também a dispersão dos aromas. Além disso, é importante saber que a taça deve ser enchida até 1/3 da altura, possibilitando a correta degustação.

Outro detalhe que também é importante: este vinho deve ser servido em temperatura ambiente, nunca gelado e jamais aquecido. Portanto, não se esqueçam!!!


O QUE OBSERVAR NO RÓTULO?

  • País e região onde o vinho foi produzido (dar preferência pra vinhos chilenos ou de algum outro país destaque na produção! Aqueles que eu citei acima!)
  • Composição (se há 100% de uva Cabernet Sauvignon ou mistura de outras uvas como Merlot, Malbec etc).
  • Teor alcoólico;
  • Dicas de harmonização (que variam conforme recomendações do produtor).
Cabernet Sauvignon wine bottle beside wine glass

PRONTINHOOOOOO! Seu guia completo com TODAS as informações sobre a rainha das uvas tintas! Agora, hora de ir às comprasssss! UHUUUUUUU! hahaha

Por fim, se quiserem saber mais sobre os vinhos, vinícolas, passeios, entre outros, falem comigo no whatsapp.

Espero que tenham gostado! Beijooooooooooo! 😉

Related posts

INTRODUÇÃO AO MUNDO DOS VINHOS

Laíse Mesquita

VINHOS CHARDONNAY

Laíse Mesquita

ELABORAÇAO DE VINHOS DOCES

Laíse Mesquita
%d blogueiros gostam disto: