14.4 C
Santiago do Chile
ILHA DE PÁSCOA

15 PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A ILHA DE PÁSCOA

Considerada um dos lugares mais remotos e intrigantes do planeta (adoooooro esses mistérios da história da humanidade! Kkkk), a Ilha de Páscoa é envolta em teorias, enigmas e perguntas, muitas delas sem respostas concretas até os dias atuais.

Um lugar assim é cercado de curiosidades, chamando atenção dos “apenas” curiosos (super me identifico!! Hahaha) e dos mais místicos, o que indiscutivelmente torna esse pontinho no meio do Oceano Pacífico um destino fascinante!! Então resolvi responder a 15 perguntas sobre essa ilha que tanto nos intriga. Let´s go?


 ONDE ESTÁ LOCALIZADA E COMO CHEGAR NA ILHA DE PÁSCOA

Localizada ao sul do Oceano Pacifico, a Ilha de Páscoa é uma área em forma triangular de cerca de 170 km de extensão, localizada na Polinésia Oriental. Contudo trata-se de uma província do Chile, especificamente da região de Valparaíso, distando 3700 km daquele país.

A forma mais provável e indicada para chegar à Ilha de Páscoa é pela via aérea, em um voo de aproximadamente seis horas de duração, partindo da capital chilena ou ainda do Taiti. Atualmente, a única empresa aérea a operar esse trecho é a Latam.

Chegando à Ilha, você desembarcará num aeroporto simples (típico de aeroportos em áreas remotas, né?) mas que conta com uma pista de pouso giganteeeesca, tão grande que serve como alternativa para pousos de emergência naquela região do Pacífico. Legal, né? =D


QUAL A MELHOR ÉPOCA PARA IR À ILHA DE PÁSCOA

O clima na ilha é praticamente o mesmo do Brasil, então as características climáticas costumam equivaler de acordo com as estações do ano. Porém, uma das peculiaridades da ilha é a mudança rápida das condições atmosféricas, certamente por conta da sua localização. Ou seja, é bem comum o dia começar com um lindo céu azul, que de repente se tornará cinzento, seguido de vento e chuva. Ou ainda, que em um lado da ilha o céu esteja ensolarado enquanto em outro extremo o mundo esteja se acabando em trovões e relâmpagos. Bem inconstante a senhora Páscoa, hein? Kkkkk

As médias de temperatura giram em torno dos 27°C no verão, considerada a alta temporada para o turismo local. Já no inverno, os termômetros costumam ficar em torno dos 20°C, e coincidentemente há menos movimentação de turistas nessa época.

Fevereiro é tido como o mês mais quente. De abril a maio costuma haver mais incidência de chuva, e de outubro a março é menos provável que chova. Eu disse “provável”, porque como já expliquei o clima local é um tanto quanto instável, então não dá pra confiar cegamente na garota do tempo do telejornal. kkkkkk

Dito isso, a Ilha de Páscoa pode ser visitada em qualquer época do ano, mas é importante estar preparado para possíveis oscilações climáticas e sempre com um plano B no roteiro.


POR QUE A ILHA DE PÁSCOA PERTENCE AO CHILE MESMO ESTANDO NA POLINÉSIA?

Em 1722, o explorador Jacob Roggeveen partiu do Chile atravessando o Oceano Pacífico, e após 17 dias em alto mar ele e sua tripulação desembarcaram na Ilha em um domingo de Páscoa, daí o nome dado a Ilha (Não! Não tem nada a ver com coelhinhos da Páscoa ou ovos de chocolate…. kkkkkk).

Em 1888, o governo chileno anexou a ilha da Páscoa ao seu território, mas foi somente em 1966 que os nativos foram reconhecidos como cidadãos chilenos.


QUAL IDIOMA É FALADO NA ILHA DE PÁSCOA? 

Há dois idiomas oficiais: o Espanhol e o Rapanui, que é uma língua malaio-polinésia, e que também dá nome ao povo nativo da ilha.


COMO É A ECONOMIA DA ILHA DE PÁSCOA?

O turismo é a principal atividade econômica da Ilha, visto que a quantidade de visitantes girando a economia local é grande. Já para a população local, a agricultura, a pecuária de ovinos e a pesca são os principais meios de subsistência. Até porque vamos combinar que o fato de ser um ponto no meio do oceano não permite ir muito além disso, né? hahaha


O QUE SÃO AQUELAS FAMOSAS “ESTÁTUAS” DE PEDRA DA ILHA DE PÁSCOA? 

“Bonecos” de rostos alongados, tidos por alguns como sendo de aparência alienígena ou humanoide, os Moais são esculturas esculpidas em rocha vulcânica, em um número total de 887 exemplares na Ilha, podendo pesar até 90 toneladas e medir até nove metros de altura, cada. Demais, né??

Um fato curioso é que 880 estátuas estão voltadas para o interior da Ilha, acredita-se que para proteger a área e seus nativos – os Rapanui. Já os oito Moais restantes estão sobre uma plataforma, ao lado oeste da Ilha, voltados em direção ao mar. Não se sabe o motivo, mas esses oito Moais são idênticos….

Já deu pra perceber que a história dos Moais é carregada de detalhes super intrigantes, o que faz deles o maior mistério e atrativo da Ilha de Páscoa. Não sei vocês mas eu adoro essa vibe enigmática/investigativa. Hahahaha

Há váááárias teorias sobre a origem dos Moais, porém as mais aceitas afirmam que eles eram esculpidos nas rochas para só então serem levados até o ponto em que seriam erguidos. Não se sabe ao certo como era feito esse transporte, visto que na época os recursos existentes eram bem rudimentares (nem pensar em guindastes, empresas de transporte, Google Maps para consultar a distância a ser percorrida etc kkkk), então uma das hipóteses levantadas é a de que as esculturas eram dispostas sobre grandes troncos de árvores que formavam uma espécie de esteira, sob a qual as esculturas iam deslizando até o ponto de chegada.

Mas/porém/contudo/entretanto… isso tudo não passa de hipóteses, sendo que nenhuma foi confirmada, o que só reforça todo o misticismo característico da Ilha de Páscoa.


O QUE FAZER NA ILHA DE PÁSCOA

Mesmo sendo uma ilha pequena, a Ilha de Páscoa surpreende pelo numero de atrações, dentre as quais eu destaco:

VISITA AOS MOAIS

Por tudo aquilo que eu já disse acima são tidos como a maior atração da Ilha. É possível fazer passeios para diferentes regiões da ilha onde há diferentes conjuntos de Moais, com características peculiares. É uma baita opção de passeio já que são quase 900 esculturas para conhecer. Hahaha

MUSEU RAPANUI

Localizado ao norte da Ilha, seu acervo do Museu Rapa Nui conta com objetos, fotos e documentos que contam a história do povo Rapanui. Ótima oportunidade para os visitantes conhecerem o enorme patrimônio cultural da Ilha, que não por acaso é reconhecido pela Unesco como  Patrimônio Mundial da Humanidade. Acho um luxo esse titulo! Kkkk


COMO SÃO OS VULCÕES DA ILHA DE PÁSCOA? 

A Ilha está repleta de vulcões, o que faz do cenário local uma paisagem digna de proteção de tela pra computador. Kkkkk.

Vulcões em geral são um tema que causa certa tensão, mas na Ilha de Páscoa não há porque se preocupar: eles estão inativos há milhares de anos e não há qualquer indício de que isso mude. Amém, Senhor! Kkkkk

Dentre os inúmeros vulcões, o Rano Kau é tido como o mais exótico. Localizado bem ao sul da Ilha, trata-se de uma cratera na qual há um lago de água doce. Cenário in-crí-vel!!!! Já vejo minha foto do Instagram bombando. Kkkkkkk

Já o Rano Raraku é outra cratera onde dentro há água doce e nada mais nada menos do que restos de 400 Moais! Tanto que alguns afirmam que ali era uma espécie de “fábrica” dos Moais. Demais, né?

O vulcão Puna Pau está localizado dentro de outra cratera cujo tipo de rocha de coloração avermelhada foi usada pelos Rapanui para esculpirem o “chapéu” dos Moais. Percebe-se que desde a antiguidade um acessório no look já fazia sucesso…. kkkkkkk


COMO SÃO AS PRAIAS DA ILHA DE PÁSCOA?

Por se tratar de uma ilha, é natural imaginar um cenário de praia. Porééééém, não é bem o forte do local, que é mais característico pelo solo rochoso. But, dá pra pegar uma prainha sim e mergulhar nas águas do Pacífico. Oba!!

A praia mais bonita e procurada pelos turistas que querem dar um mergulho é a Anakena, pois conta com uma faixa de areia branca e lindos coqueiros, além de uma água super cristalina. Cenário tipo cartão postal mesmo. Hahaha

Já para famílias com crianças ou simplesmente pra quem gosta de águas tranquilas, o ideal é a Playa Pea e a Playa Poko, porque ficam em áreas cercadas por paredões de pedras. Uma pegada mais piscina natural, sabe?


 É VERDADE QUE EXISTE UMA ESTAÇÃO DA NASA NA ILHA DE PÁSCOA? 

Sim, é verdade. Porém não tem nada a ver (pelo menos até onde sabemos. Kkkk) com extraterrestres. Atualmente desativada, a estação destinava-se a estudar o espaço e a movimentação de placas tectônicas daquela área do Oceano Pacífico, além de contar também com uma pista de pouso para aeronaves espaciais. Hoje não passa de uma atração turística da Ilha.


COMO É A GASTRONOMIA LOCAL DA ILHA DE PÁSCOA? 

Até por ser uma ilha perdida no meio do nada (hahahah), a culinária da Ilha não apresenta nenhum destaque propriamente dito. Assim sendo, a gastronomia ali gira basicamente em torno dos frutos do mar, o que não necessariamente é algo ruim, não é mesmo?


HÁ UM CENÁRIO CULTURAL E ESPORTIVO NA ILHA DE PÁSCOA?

Siimmmmm. Há vários grupos de danças típicas, que encenam acontecimentos históricos da Ilha e a vivência dos nativos; além de festivais diversos, como competições de canoagem, surf, corridas de cavalos etc.


COMO É A HOSPEDAGEM NA ILHA DE PÁSCOA? 

Por conta de toda dificuldade de logística na qual a Ilha está inserida, a rede hoteleira local em geral é bem simples, visto que é bem comum os quartos dos hospedagens não disporem de televisores ou outros itens tidos como básicos em hotéis do continente. Mas não custa lembrar que estamos falando de uma ilha, então não mais natural do que instalações simples e por que não dizer rústicas, é ou não é? Hahaha


ONDE SE HOSPEDAR NA ILHA DE PÁSCOA? 

Hanga Roa é a melhor área para se hospedar, pois lá estão concentrados todos os restaurantes e o comércio em geral da Ilha. Nessa região é possível encontrar pousadas e hotéis de todas as categorias, além do que essa localização central favorecer o deslocamento para todas as áreas e passeios programados.


QUANTOS DIAS SÃO INDICADOS PARA CONHECER A ILHA DE PÁSCOA?

Por ser uma ilha bem pequena, seria possível conhecer tudo em dois dias ( m… Será? Kkkk), por conta de uma estrada que interliga os principais pontos de visitação.

Porém, eu vou considerar que depois de ter percorrido o longo caminho pra chegar até lá, você dispõe de um pouco mais de tempo. Dessa forma, eu vou sugerir um período de quatro ou cinco dias, até por conta das condições climáticas sobre as quais já conversamos antes, o que pode interferir sim no andamento do seu roteiro.

Essa quantidade de dias eu acho o suficiente para explorar os principais pontos da Ilha, contemplando com calma as maravilhas desse lugar tão maravilhoso quanto instigante.

Bem, é isso galerinha. Procurei as agrupar as maiores dúvidas sobre a Ilha de Páscoa e respondê-las de forma a dar um panorama geral sobre a Ilha, e mais do que isso: deixar vocês instigados e desafiados a conhecerem esse pontinho misterioso no meio do mapa mundi. Hihihihi

E aí, bora se aventurar por lá??

Related posts

10 RESTAURANTES NA ILHA DE PÁSCOA

Laíse Mesquita

ONDE SE HOSPEDAR NA ILHA DE PÁSCOA?

adriana esteves

PASSOS INICIAIS NA ILHA DE PÁSCOA

Laíse Mesquita
%d blogueiros gostam disto: