14.4 C
Santiago do Chile
VINHOS

INTRODUÇÃO AO MUNDO DOS VINHOS

OIEE!

Vamos iniciar nosso curso dedicado ao mundo dos vinhos! No caso, vinhos para principiantes! Hahaha E se prepare porque vão ser mais de 100 posts! Hahahaha vai ter muuuuuita informação legal! Já vamos começar esse primeiro com algumas nomenclaturas  e definições básicas pra quem está iniciando agora 🙂

Bottoms Up: Japan's Wine Consumption Nearly Quadruples in 30 Years ...

O QUE É O VINHO?

O vinho é a bebida elaborada a partir da fermentação alcoólica do suco de uvas recém colhidas.

Antes de mais nada informo que o processo se dá através de prensagem ou esmagamento das uvas, gerando um suco que irá ser fermentado pelas leveduras – microorganismos que se alimentam do açúcar presente no suco da uva, transformando-o em álcool e dióxido de carbono. Após esse processo o líquido entra na última etapa, onde pode ser estagiado em barricas ou engarrafados para venda. Mais adiante vou falar com detalhes como acontece esse processo.

vinhos para principiantes

Mas não vão pensar que o vinho é simplesmente um fermentado de uvas não hein, pelo amord! Há inúmeros fatores (tipos de uvas, solos, climas, processos) que influenciam diretamente em seu visual, aromas e sabores. Chamamos isso de “terroir“. E temos váaaarios tipos de cada um desses determinantes no mundo inteiro, o que nos dá uma variedade GIGANTESCA de vinhos! Amamos!

De modo geral, as uvas são colhidas uma vez ao ano, preferencialmente quando atingem seu ponto ideal de maturação – normalmente na metade do verão. E a colheita, no outono.

No hemisfério norte, a colheita geralmente ocorre entre o início de setembro até o início de novembro e, no hemisfério sul, entre meados de janeiro até o início de março.

vinhos para principiantes

Para se enquadrar na categoria de vinhos, a bebida deve ser produzida única e exclusivamente de Vitis Vinífera – espécie de uvas de origem européia que são consideradas as mais adequadas para vinificação.

Além disso, a bebida necessita ter entre 8,6% e 14% em volume de álcool para ser chamada de vinho, seja ele fino ou de mesa.

Assim, as bebidas conhecidas como “vinho sem álcool” devem, obrigatoriamente, utilizar o termo: Fermentado de uvas viníferas desalcoolizado.


COMO FOI CRIADO?

Não existe data nem local exato para o momento da descoberta do vinho. Mas os primeiros registros que temos vem da bíblia. Para os cristãos, por exemplo, Noé é inventor do vinho. Já os Gregos acreditavam que foi o deus Dionísio quem revelou as técnicas de vinificação. Mas aí, segundo registros científicos, as primeiras videiras foram plantadas cerca de seis mil anos antes de cristo na Geórgia. No entanto, os grandes responsáveis pela disseminação da viticultura foram os egípcios. HAHAHAHA como podem ver: muita informação e não dá para saber qual é a verdadeira.

Inicialmente, a bebida era considerada sagrada e oferecida aos deuses e reis como oferenda. Entretanto, com a ascensão do Império Romano, passou a ser considerada uma necessidade diária e que deveria ser acessível à todas as pessoas.

vinhos para principiantes

Além de ser um produto de alta importância econômica, a bebida é também um elemento fundamental na gastronomia. A harmonização do vinho com pratos culinários é uma arte à parte, sendo o sommelier o profissional responsável por essa atividade. Dê valor a eles quando estiverem em um restaurante! Eles tem a capacidade de tornar sua experiência gastronômica 50 vezes melhor!

O VINHO

O vinho é um grande atrativo turístico. Porque o enoturismo é um importante ativo financeiro tanto para os produtores como para as regiões e países. Na França, existe cerca de 10 milhões de atividades ou atrações ligadas ao turismo enogastronômico, de acordo com o Visit French Wine, órgão que divulga o enoturismo no país.

As atividades enoturísticas incluem muito mais do que rotas em regiões vinícolas, visitas a vinhedos e adegas. Outro ponto é que são feitas degustações temáticas, como por exemplo: degustação às cegas, degustação de vinhos franceses, ou então só de vinhos de uma única variedade de uva mas de diferentes regiões… tem também passeios de bicicleta para descobrir diferentes terroirs de uma mesma região, bem como de diversos museus (aqui no Chile eu SUPER recomendo o Museu del Vino que fica na vinícola de Santa Cruz, no valle de Colchagua. Simplesmente SENSACIONAL!).


TIPOS

Temos 2 grandes classificações: Vinhos de mesa (que são vinhos feitos com as videiras da espécie Vitis Americanas, são facilmente encontrados em mercados menores, levam pouco tempo para serem produzidos, e são feitos de uvas de menor qualidade para a vinificação) e os Vinhos finos (que são feitos com as videiras da espécie Vitis Vinífera – que é aquela européia).

E dentro dessas classificações, temos outras sub-classificações:

DE MESA

(coloniais)

Vinho de mesa ou vinho fino? :: Vinhos Finos Malgarim
  1. Vinhos de mesa suaves;e
  2. Vinhos de mesa seco.

FINOS

(que vem de uvas como Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Chardonnay, etc…)

vinhos para principiantes
  1. O vinho fino demi-sec (quase suave); e
  2. O vinho fino seco.

O QUE SÃO AS VIDEIRAS?

Uma videira é uma planta que pode viver 60 anos ou mais. Ano após ano ela vai seguir um padrão de crescimento similar. A primavera marca o início da temporada de crescimento. A videira também vai produzir novos galhos, folhas e flores. Até o final do verão, as flores vão ter se transformado em uma colheita de uvas maduras. No outono, a videira deixa cair suas folhas, simbolizando o final da temporada de crescimento. E durante o inverno, a videira fica em repouso vegetativo e não cresce.

O que elas precisam para se desenvolver bem? Basicamente o que qualquer planta precisa! Esses 5 elementos:

  • Calor, luz solar – que vem do sol
  • Água e nutrientes – que vem das raízes
  • Dióxido de carbono – que vem do ar, absorvido pelas folhas.

E com esses 5 elementos a videira consegue fazer a fotossíntese – para a produção de açúcares. Que vão ser usados por ela para fazer o desenvolvimento e a maturação de suas uvas.


PARTES DA UVA

Existem dois tipos principais de uvas: uvas brancas e uvas tintas. Por dentro, os dois tipos de uva são muito similares a diferença fundamental está em que a pele das uvas tintas tem muita cor, sabor e também taninos – que é a substância que nos deixa com a boca seca. Além disso, a pele das uvas brancas tem uma cor verde/dourada. 

Uvas: Temporada mexicana comenzará antes y tendrá menos volúmenes ...

Sementes da uva – contém níveis altos de taninos e se não forem tratadas direito durante a vinificação, podem fazer com o que vinho fique com um gosto amargo.

A polpa da uva é branda e suculenta. A cor da polpa é a mesma, independente se a uva é tinta ou branca.

Laíse, dá pra fazer vinhos brancos com uvas tintas? Sim! Só retirar as peles! Porque a cor “roxa” do vinho se dá justamente pela cor da pele das uvas tintas. Entretanto, o contrário não acontece. Não conseguimos fazer vinhos tintos com uvas brancas, pois elas não tem o pigmento de cor necessário na pele e nem os taninos necessários para a fabricação do vinho tinto.

O que tem dentro da polpa? Basicamente água, ácidos e açúcares.


FERMENTAÇÃO ALCÓOLICA

O vinho é o suco da uva fermentado. Outro ponto é que através da prensa das uvas se obtém o suco doce. E a fermentação alcoólica é necessária basicamente para converter o suco de uva em vinho.

vinhos para principiantes

Mais um item principal nesse processo são as leveduras. As bactérias que irão transformar o açúcar do suco da uva em álcool e em dióxido de carbono. Além disso, na maioria dos casos, esse dióxido escapa para a atmosfera.

Portanto, nossa fórmula mágica para entender como é elaborado o vinho é a seguinte:

Açúcar + Leveduras = álcool + dióxido de carbono

Como medimos o nível de álcool de um vinho? “Álcool por volume” -> alc./vol.

Por exemplo: alc. 10% vol. quer dizer que 10% do líquido é álcool. Entenderam? Fácil, né?

Ah, isso é só UMA PARTE do processo de produção do vinho… para entenderem por completo, recomendo verem o post sobre “Vinificação


QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DE BEBER VINHOS?

O vinho pode ser considerado um alimento como qualquer outro, sendo pobre em proteínas e gorduras, mas ricos em outros nutrientes.

Vamos colocar aqui os principais pra vocês verem o tanto de benefício que tem hahaha:

  • Manganês – antioxidante benéfico tanto para o cérebro quanto para o fígado;
  • Magnésio – ajuda a transmitir impulsos nervosos além de ativa enzimas;
  • Fósforo – ajuda a regular os hormônios na digestão;
  • Ferro – dentre outras coisas leva oxigênio para o sangue;
  • Potássio – é importante para o coração;
  • Vitamina B2 também ajuda no transporte de oxigênio no corpo;
  • Vitamina B6 – trabalha na produção de glóbulos vermelhos.

E quanto às calorias? Cerca de 120 por taça de vinho. Portanto, fiquem calmos que vocês não vão engordar. Hahaha Mas bebam com moderação!

Vinho e saúde: entenda o polifenol, resveratrol e suas vantagens ...

Chegamos ao fim 🙁 Espero que tenham gostado dessa primeira aula de vinhos para principiantes! Além disso, em todos os posts teremos um questionário na seção de comentários para fixar todoooo o conhecimento! Portanto, fiquem ligados e passem lá pra responder 🙂

Por fim, cliquem aqui já para irem direto para a segunda aula! beijão!

Related posts

VINHOS TEMPRANILLO

Laíse Mesquita

VINHOS SAUVIGNON BLANC

Laíse Mesquita

#02 – CULTIVO DA UVA | TODO O PASSO-A-PASSO

Laíse Mesquita
%d blogueiros gostam disto: