30.9 C
Santiago do Chile
CHILE

DEZ RAZÕES PARA VIAJAR AO CHILE

O Chile é um dos países mais bonitos e exóticos da América Latina. Dono de uma das geografias mais extremas do continente, conta com experiências únicas na América do Sul. No mesmo território é possível visitar – e ficar em êxtase – com tamanha beleza da Cordilheira dos Andes, do Deserto do Atacama, das águas do Oceano Pacífico, glaciares da Patagônia e até de vulcões ativos.

É um destino que definitivamente caiu no gosto dos brasileiros, por oferecer uma grande quantidade de atividades turísticas. Além disso, visitar os países da América do Sul tem sido um bom negócio para quem quer conhecer lugares novos, sem ter que gastar muito. Melhor parte né, minha gente?

Se você chegou neste post e já esta de viagem marcada, só vai ter certeza que fez a escolha certa. Mas se ainda tem dúvidas de qual destino escolher, senta que lá vem história… e mais 10 razões para entender, porque o Chile será o seu próximo destino!

Vamos nessa??

1 – NÃO PRECISA DE PASSAPORTE, VISTO OU VACINA

Para chegar ao Chile, você não precisa de passaporte ou visto, podendo embarcar apenas com o RG, desde que tenha menos de 10 anos de expedição. O Chile é um dos nove países que não exigem o passaporte de brasileiros. Outra boa notícia, é que não é preciso tomar nenhuma vacina.


2 – PROXIMIDADE E PROMOÇÕES

É uma viagem internacional, que dura em média quatro horas (voo direto), partindo de São Paulo e cinco horas partindo do Rio de Janeiro. São muitos voos, em diversos horários, saindo também de outras capitais brasileiras, o que garante concorrência e consequentemente muitas promoções de passagens. Ah, se você tem milhas, pode ser uma boa ideia usá-las! 😉

E como eu amo deixar uma diquinha para vocês… Não deixe de marcar sua poltrona na janelinha, para apreciar o visual da Cordilheira dos Andes, enquanto o avião se aproxima do país! *-*


3 – SEGURANÇA

O Chile é conhecido por ser um país bastante seguro para seus moradores e turistas. Sendo o destino ideal para famílias que viajam com crianças e querem passear sem preocupações.

Apesar disso, é preciso ficar atento, já que muitos furtos acontecem por pessoas que não levantam a menor suspeita. Igualmente no Brasil, tenha cuidado com bolsa, carteira, celular e até mesmo sua bagagem, principalmente em regiões movimentadas.


3 – LOCOMOÇÃO EM SANTIAGO

É bem fácil se locomover na capital chilena. Santiago é plana e pode ser percorrida a pé, principalmente o centro histórico, que conta com ruas exclusivas para pedestres.  Por outro lado, se preferir, o metrô também é uma ótima opção, sempre com uma estação próxima aos locais de interesse.

Se você estiver em um grupo maior, o Uber pode ter melhor custo benefício. Mas atenção! Se puder, evite táxis, infelizmente são famosos por aplicar golpes em seus clientes, sejam eles turistas ou não.

man ice skiing on hill

4 – CONHECER A NEVE

Para quem sonha em conhecer a neve, o Chile é um ótimo país para essa primeira experiência. Além de não exigir passaporte e da curta distância, os principais centros de esqui estão a poucas horas de viagem de Santiago.

Próximo a Santiago encontramos quatro estações de esqui: El Colorado, Farellones, La Parva e Valle Nevado, sendo essa ultima, sem dúvidas, a mais famosa entre os brasileiros. O Valle Nevado é o maior centro de esqui da América Latina e o mais moderno do Chile, a verdade, é que o Valle não é somente uma estação, trata-se de um complexo turístico formado por hotéis, restaurantes, bares, teleférico e quarenta pistas para a prática de esqui e snowboard. É uma opção não somente para um ski day, como também para um período de hospedagem e diversão com a família ou sozinho.

Mas se você não quer esquiar e pretende só se divertir na neve, existem outras estações mais voltadas para isso. Confere no nosso post sobre AS PRINCIPAIS ESTAÇÕES DE ESQUI DE SANTIAGO e quando decidir, me chama no  Whats, que envio meu Portfólio completo, com dicas incríveis e valores para cada estação!!!


5 – CENTRO HISTÓRICO: UM MISTO DE ANTIGO E MODERNO

Percorrer as ruas do Centro Histórico de Santiago é uma das melhores maneiras de iniciar um roteiro pela capital do Chile. Além de ser uma região que reúne vários atrativos históricos importantes, o centro de Santiago é um contraste de lindos prédios antigos com uma arquitetura moderna. Desta forma, vale a pena dedicar um dia inteiro para conhecê-lo. O melhor de tudo é que a maior parte das atrações ficam próximas umas das outras e tem sempre uma estação de metrô por perto, para quem não curte muito bater perna, ou gosta de encurtar as distâncias.

Chegando ao centro, você pode começar o tour pela Plaza de Armas, onde foi escrita grande parte da história do Chile. A Praça de Armas é considerada o coração da capital Santiaguina.

Seguindo para a Catedral Metropolitana de Santiago, logo avistará o prédio dos Correios, o Museu Histórico Nacional e também o Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana, sendo este um dos mais completos museus sobre a cultura pré-colombiana do mundo. E recentemente, foi inaugurado mais um local estratégico para aquela parada fotográfica, o letreiro STGO.


NO CENTRO

Saindo da Plaza de Armas, encontramos a Paseo Ahumada, uma rua exclusiva para pedestres e que cruza boa parte do Centro de Santiago. Logo mais, encontraremos a Agustinas, rua onde estão as casas de câmbio com as melhores cotações. Seguindo pela Agustinas, você irá chegar a Paseo Bandera, a famosa rua colorida de Santiago. Siga pela Paseo Bandera por uma quadra, onde encontrará a Calle Moneda e uma quadra para frente, você vai chegar a Plaza de La Constitución, onde está localizado o Palácio de La Moneda, sede do governo do Chile e do poder executivo, onde acontece a famosa troca de guarda.

Enfim, se ainda tiver fôlego, você pode dar uma esticadinha até o Museu de Bellas Artes, que fica bem ao lado do Cerro Santa Lúcia, no Parque Florestal, com a incrível vista para a Cordilheira.

A pé ou de metrô, você estará bem perto do Barrio Bellavista, onde fica a entrada do Cerro San Cristóbal, o charmoso Patio Bellavista, com sua excelente gastronomia e agitada vida no e a La Chascona, uma das mais visitadas casas do poeta Pablo Neruda.

Inclusive, fazemos um City Tour exclusivo e super diferente para os nossos clientes, visitando a maioria desses pontos, com parada para provar o delicioso Terremoto. Sério, você não pode deixar de provar essa bebida incrível em Santiago! Eu amo, hahah!

Me manda mensagem no Whats, que envio meu portfólio completo, com dicas e valores!


6 – BATE-VOLTA ATÉ O OCEANO PACÍFICO
(VALPARAÍSO E VIÑA DEL MAR)

Localizadas a apenas 130 quilômetros de Santiago, Viña del Mar e Valparaíso são as principais cidades do litoral chileno e devido à proximidade é fácil fazer um bate-volta para conhece-las em único dia. Além disso, é uma ótima oportunidade de visitar cidades praianas que são banhadas pelo Oceano Pacífico e que possuem clima, arquitetura e passeios bem diferentes entre si, oferecendo atividades para todos os tipos de turistas.

Viña del Mar, também chamada de Ciudad Jardín, têm ruas arborizadas, canteiros bem cuidados e uma praia, que mesmo gelada é o balneário preferido dos chilenos. O Relógio de flores – parada obrigatória para foto – é o cartão postal da cidade e foi construído no início dos anos 60, para a Copa do mundo de futebol, já que a cidade foi uma das sedes dos jogos. Reza a lenda, que quem vai até lá e tira uma foto em frente ao relógio, garante sua volta à cidade. Já podem garantir a foto, tá? Quero todo mundo aqui de volta, logo logo! kkkk.

Além de possuir o mais antigo Cassino do Chile (Casino Enjoy Viña del Mar), equipado com mais de 1.200 máquinas, bares, restaurantes e boates, Viña Del Mar tem três castelos bem interessantes e todos listados como patrimônio histórico nacional. São eles, Brunet, Wulff e Ross.

Também em Viña, é encontrado um legítimo Moai, um dos poucos que existem fora da Ilha de Páscoa.

Valparaiso é lembrada por suas cores, ladeiras, gastronomia e a alegria de sua vida boêmia. Com sua geografia muito particular, possui casas centenárias que sobreviveram a fortes terremotos. Abriga o porto mais importante do Chile e ainda conserva áreas com aldeias rurais, que passam os costumes chilenos mais autênticos.

E claro, que posso te levar até lá! Chama no Whats, para saber mais! WhatsApp


7 – VINÍCOLAS

O Chile já ocupa a 4ª posição mundial na produção de vinhos, sua topografia e o clima mediterrâneo, formam um excelente ambiente para o cultivo das uvas. São cerca de 400 vinícolas, sendo que 150 estão abertas à visitação.

Se você quer só passear ou tem a curiosidade de conhecer um vinhedo, bem pertinho de Santiago, no Valle del Maipo, é possível acompanhar todo o processo de produção, além de degustar ótimos vinhos, claro! Vou destacar aqui, alguns nomes e características, só para vocês terem noção da diversidade.

Concha y Toro, a mais conhecida entre os brasileiros, também é a maior do Chile e a 3ª maior do mundo; Santa Rita com sua incrível história destaca-se por seu museu Andino; Undurraga, outra vinícola muito visitada no Valle del Maipo, conta com uma linda paisagem, produzindo vinhos e espumantes; Cousiño Macul, uma das mais tradicionais e antigas do Chile, possui as maiores barricas do mundo; e a orgânica Emiliana, especializada na produção de vinhos brancos.

Por isso, não importa se você vai viajar no verão ou no inverno, se toma vinho ou não, uma visita às vinícolas deve estar na sua lista de o que fazer em Santiago.

Fala comigo para ficar por dentro dos valores e passeios que fazemos para as vinícolas e de quebra, ainda posso te dar umas dicas! Afinal, vinho agora é a minha mais nova paixão! <3 WhatsApp


8 – DIVERSIDADE DE LUGARES PARA SE VISITAR
(DESERTO E GELEIRAS NO MESMO PAÍS)

A localização e a extensão territorial do Chile mostram um contraste geográfico e climático muito grande. Ao Norte, o Atacama: o deserto mais seco do mundo. Ao Sul, lagos e geleiras: a Patagônia chilena.

Localizado entre o norte do Chile até a fronteira com o Peru, o Atacama é o deserto mais alto e mais árido do mundo, pois chove muito pouco na região. Digno de uma paisagem incrível, o Atacama conta com vulcões, dunas, montanhas, rios, lagoas de sal, cachoeiras com água termal, formações rochosas e como se não bastasse tuuuudo isso, um céu incrivelmente estrelado como você nunca viu. *-*



A CORDILHEIRA

A área ao sul da Cordilheira dos Andes, banhada pelo Oceano Pacífico, corresponde à Patagônia Chilena. Os destinos mais comuns para quem visita a o lado chileno são o Parque Nacional Torres Del Paine, a Carretera Austral e a cidadezinha de Puerto Natales. Contando ainda, com outros destinos pouco explorados, que reservam surpresas para as pessoas dispostas a explorar todos os seus encantos de perto.

Esta região é perfeita para os viajantes que buscam se aventurar no montanhismo, rafting, em cavalgadas ou para aqueles que preferem apreciar as paisagens inóspitas e intocadas pelo homem, como glaciares, montanhas, vales, lagos azuis, além de abrigar animais exóticos como pinguins, leões marinhos e baleias. Com sua fauna e flora preservadas, proporciona experiências simplesmente emocionantes. Perfeito, né?.



9 – GASTRONOMIA

Comer é um dos maiores prazeres da vida e todo mundo adora. Apesar de as refeições no Chile serem um pouco caras, a qualidade e variedade compensam. Os pratos são sempre bem elaborados e saborosos.

O Chile preserva muitas tradições do seu povo e na culinária isso não seria diferente. A influência da culinária europeia também tem forte presença, garantindo uma deliciosa mistura de sabores. Na preparação, são utilizados vários tipos de ingredientes, como frutos do mar, peixes, carnes, que, juntos, dão um sabor todo especial. Entre os pratos mais populares estão o pastel de choclo, feito de milho; ensopados e empanadas também.

Um ícone é a centolla, o caranguejo gigaaante encontrado nas águas frias. O Mercado Central é o melhor lugar para conhecer e provar essa riqueza que vem do Oceano Pacífico. Só fique atento aos preços altos e pegadinhas para turistas!


10 – O PRÉDIO MAIS ALTO DA AMÉRICA DO SUL

A 300 metros de altura, o Sky Costanera tem a vista mais impressionante de Santiago e de quebra, em 360°. Localizado no 62º andar do prédio mais alto da América Latina e o segundo maior do hemisfério sul, ficando atrás somente do Q1, na Austrália.

É um dos pontos mais visitados da cidade, lá de cima você vai ter a melhor vista de Santiago. Dessa forma, para ser ainda mais inesquecível, vale a pena subir para apreciar o por do sol!!!


Viajar para o Chile, vai te render a cada lugar, um encanto diferente. E não se esqueça. Antes mesmo de chegar, me chama no WhatsApp para conferir os valores de passeios e mais informações!

Boa viagem, beeeijos!


Links de descontos:

DESCONTO SEGURO VIAGEM

AIRBNB

 

Related posts

10 COMIDAS TÍPICAS DO CHILE

Laíse Mesquita

FRUTAS TÍPICAS DO CHILE

Laíse Mesquita

PREÇO DE DRONES NO CHILE

lua maria
%d blogueiros gostam disto: