27.5 C
Santiago do Chile
VINHOS

VINHOS SAUVIGNON BLANC

Quem já ouviu falar da Sauvignon Blanc? TODO MUNDO, certo? hahaha Suuuper famosa casta de uva branca, aromas super fortes e deliciosos.. sabores cítricos e refrescantes – ótimos para o verão! (Não que eu me importe muito com qual estação do ano estamos – tomo sauvignon blanc absolutamente todos os meses do ano! kkkkk)

Basicamente, são vinhos jovens e expressivos, que devem ser consumidos rapidamente, entre o primeiro e o quarto ano após a colheita. São vinhos secos, intensos e expressivos, repletos de aromas tropicais, cítricos e herbáceos. Mesmo sendo considerada uma variedade francesa, hoje em dia é cultivada amplamente em climas frios e temperados de todo o mundo. Produzem vinhos que comumente não passam por carvalho.

Agora vamos conhecer um pouquinho da história mesmo dela 🙂


HISTÓRIA

Sauvignon Blanc

Essa belezura nasceu em Bordeaux, na França. A cidade MASTER quando falamos de vitivinicultura! Topíssima para produzir vinhos tintos – blends, principalmente. Mas vocês vão ver ao longo desse curso que VÁRIAS variedades surgiram em Bordeaux! hahaha simplesmente AMO essa cidade.

Apesar de ser originária da região de Bordeaux, não tardou até que a Sauvignon Blanc conquistasse fama também no Vale do Loire, área mais ao norte na França e conhecida pela beleza de seus castelos. É nessa região que os rótulos a base de Sauvignon Blanc se tornaram famosos e apreciados mundo afora, onde os elegantes Sancerre e o Pouilly-Fumé são os melhores exemplos disso.

Se você ainda não provou nenhum Sauvignon Blanc do Vale do Loire, prove, viu? Vale a pena o investimento! Com certeza, são vinhos muito diferentes e que nos permitem entender melhor as várias facetas que a Sauvignon Blanc pode nos proporcionar. Nesse vale, eles tem o diferencial do “solo granítico”, responsável por dar a acidez tão característica dos vinhos dessa região!


OPÇÕES DE VINIFICAÇÃO E ENVELHECIMENTO

Sauvignon Blanc

 

Sauvignon é geralmente um vinho monovarietal, mas as vezes pode ser produzido em blends com Semillón – que é outra variedade de uva que ainda vamos estudar! =)

  • Para a produção de vinhos monovarietais, é mais comum o uso de recipientes inertes. As diferentes caraterísticas herbáceas podem ser facilmente dominadas pelos sabores de carvalho novo. Se durante a vinificação se utiliza carvalho, esse normalmente se indicará com uma nomenclatura como “envelhecido em barrica” ou “barrel aged”.

Geralmente, o melhor mesmo é beber os vinhos de Sauvignon quando ainda são jovens. Porque mesmo os exemplares de excelente qualidade podem perder seus aromas frescos alguns anos depois da colheita e desenvolver notas vegetais pouco agradáveis.


CARACTERÍSTICAS

Sauvignon Blanc

A Sauvignon é uma uva PERFEITA pra quem tá iniciando no mundo de “reconhecimento de vinhos”, porque é uma variedade que sempre vai manter suas características principais e sua nitidez independente do lugar que seja cultivada.

  • Clima preferido: frios e temperados.
  • Colheita: na maioria das regiões produtoras é feita uma colheita precoce, pra conservar a acidez alta.
  • Cor: Os vinhos mais jovens apresentam uma tonalidade esverdeada e ao envelhecer a coloração evolui para um “amarela palha”.
  • Estilo dos vinhos produzidos: secos à doces
  • Corpo: De pouco à médio
  • Acidez: alta
  • Aromas: Herbáceos – erva, pimentão verde, aspargos; Florais – árvores floríferas.
  • Sabores primários (que vão variar de acordo com o grau de maturação da uva): frutas verdes (maçã, groselha espinhosa) e pedras molhadas até sabores mais maduros de frutas tropicais (maracujá).

Os vinhos podem adquirir complexidade misturando uvas com diferentes graus de maturação provenientes de vinícolas situadas em diferentes locais!

OBS: Não é um costume amadurecer a Sauvignon em carvalho, os enólogos preferem o estágio em tanques de aço e todo seu desenvolvimento se dá em garrafa.

Mas, pro nosso curso, vamos separar essas características em dois grandes grupos: Os vinhos Sauvignon Blanc do velho mundo e do novo mundo.

VELHO MUNDO

Inspirado nos vinhos do Vale do Loire:

  • Clima continental
  • Solo granítico
  • Aromas minerais e defumados
  • Frescor bem notável
  • Acidez elevada

NOVO MUNDO

Inspirado nos vinhos da Nova Zelândia:

  • Perfil frutado
  • Notas tropicais
  • Aromas cítricos e herbáceos

Ainda podemos fazer outra divisão: Sauvignon de clima quente e sauvignon de clima frio!

Exemplo: em Marlborough, Nova Zelândia, ou no Vale de Casablanca, no Chile, a uva desenvolve aromas de maracujá, lima, aspargos e ervas frescas.

Já em regiões de clima mais quente, como no Vale Central do Chile ou ao sul de Mendoza, Argentina, a tendência é que tenham aromas mais maduros, como maçã, pêssego ou mesmo marmelo.


PAÍSES PRODUTORES

FRANÇA

  • Loire
Sauvignon Blanc

A Sauvignon Blanc é a ÚNICA variedade branca permitida para ser cultivada em Sancerre AOC e em Pouilly-Fumé AOC – duas denominações de origem do Vale de Loire. Essas duas DO’s estão situadas uma de frente para a outra, separadas pelo rio Loire – tem um clima frio, produzem vinhos brancos secos, acidez alta, aromas de frutas verdes, notas herbáceas e, às vezes, pedras molhadas.

Sauvignon Blanc também pode ser encontrada em vinhos etiquetados como Touraine AOC – as uvas utilizadas nesse vinho vem de Touraine, uma sub-região mais extensa que se situa à oeste daquelas duas DO’s que acabei de falar. Os vinhos normalmente são mais frutados e econômicos.

  • Bordeaux
10 reasons why Bordeaux is France's greatest city

Nessa parte, a Sauvignon Blanc origina uma ampla variedade de estilos de vinho. Os Bordeaux AOC simples tem aromas frescos de ervas e maçã verde, enquanto os vinhos de Graves AOC e Pessac-Léognan AOC são mais concentrados e complexos. Esses vinhos são normalmente blends de Sauvignon Blanc e Sémillon – essa última adiciona corpo pra Sauvignon e ajuda o vinho a envelhecer. 

Os melhores exemplos dessas AOC envelhecem no carvalho e desenvolvem complexos sabores de mel e frutos secos na garrafa.

  • Sul da França
Sauvignon Blanc

Grande parte do sul da França é muito quente pra Sauvignon Blanc. Ela vai produzir os melhores vinhos nas áreas resfriadas pela altitude. Um vinho do sul da França tipicamente vai ser seco, com acidez alta e sabores de frutas tropicais e notas herbáceas.

 

CHILE

Casablanca – Viña Santa Rita

Uma rápida olhadela na geografia do Chile já é capaz de nos explicar a grande variedade de sabores e aromas distintos que o país é capaz de produzir. Vejamos: ao norte, o Atacama, o deserto mais árido do mundo, enquanto ao sul encontramos a Patagônia Chilena, com florestas úmidas e geladas.

Pelo leste, o país se depara com a Cordilheira dos Andes, ao passo que, ao oeste, é banhado pelas águas frias do Oceano Pacífico. Ao mesmo tempo, a corrente marítima de Humboldt percorre toda a costa chilena, modificando as temperaturas e fazendo com que a região norte seja consideravelmente mais fria do que seria de se esperar, dada sua latitude. Chile é nada mais nada menos que o terceiro país produtor dessa casta no MUNDO! Tá de que? tá de parabéns! hahaha

O Sauvignon Blanc, que por si só é bastante aromático e ácido, ganha um frescor ainda maior devido à proximidade com o mar, sobretudo nas regiões do Vale de Casablanca, do Vale de San António e em Leyda. Podemos também encontrar notas exuberantes de frutas frescas nos exemplares produzidos mais próximos da costa.

Se destaca também o Valle Central, região mais extensa que produz vinhos de diferentes níveis de qualidade.

ÁFRICA DO SUL

Things to do in Constantia

Aqui, as plantações de Sauvignon Blanc se concentram mais na costa, porque as vinícolas do interior são muuuuito quentes. Principais regiões de produção:

  • Constantia
  • Elgin

ESTADOS UNIDOS

Napa Valley no inverno: o que visitar e fazer - Hotel California Blog

O clima da Califórnia é, em geral, muito quente pra produzir o estilo fresco e herbáceo que conhecemos. Então o que os produtores fazem? Colhem a uva mais cedo pra reter a acidez e os aromas herbáceos.

  • Regiões mais frias de Napa Valley

BRASIL

Campanha Gaúcha tenta se consolidar como o futuro do vinho ...

Basicamente duas regiões brasileiras vêm se destacando na produção de Sauvignon Blanc: a Campanha Gaúcha e a região de altitude do estado de Santa Catarina.

A primeira região citada entra para o time do “clima quente”, com seus verões longos e secos. Lá, o Sauvignon Blanc apresenta um perfil extremamente tropical e maduro, nitidamente frutado, onde maracujá, goiaba e frutas de polpa branca são evidenciadas desde o primeiro contato.

A segunda região vem sendo explorada e estudada a menos tempo, mas já demostra grande aptidão para castas de “clima frio”, privilegiando uvas que amadurecem mais cedo e precisam de menos horas de sol. Aqui o Sauvignon Blanc já demostra notas mais cítricas e acidez mais intensa.

NOVA ZELÂNDIA

Outdoor Cinema: Marlborough College, Marlborough | The Lost Cinema

A melhor região para produção da Sauvignon Blanc é Marlborough, uma região de clima frio à temperado. Os vinhos daqui tem características mais pronunciadas que os elaborados no Vale de Loire.

Frequentemente, os vinhos produzidos aqui são feitos misturando vinhos de diferentes locais ou uvas com diferentes graus de maturação. Ou seja – podem ter uma ampla variedade de sabores de frutas.

Lá, eles adoram brincar com a experimentação. Alguns produtores usam uvas de lugares de vinícolas mais frescas para produzir vinhos com estilo similar aos do Vale de Loire. Outros, experimentam com pequenas quantidades de carvalho ou de contato com as borras, para adicionar complexidade e corpo.

AUSTRÁLIA

Our Margaret River tours from Perth will blow your mind
  • Margaret River
  • Adelaide Hills (vinícolas refrescadas tanto pela altitude como pelas brisas frias do oceano)

HARMONIZAÇÃO

Harmonização com sauvignon blanc #Pinotnoir | Wines, Wine top, Wine

Vocês sabem que as dicas de harmonização que dou aqui, podem variar de pessoa pra pessoa, certo?

Entretanto, segue aqui uma dica de ouro pra quando estiverem na dúvida: combinem pratos leves e menos gordurosos, com vinhos delicados, aromáticos e pouco alcoólicos; já opções mais calóricas e com sabores muito marcantes precisam de vinhos com mais estrutura e potencia, suportando toda a gama de sensações que poderão surgir.

  • Queijos: de cabra, mussarela de búfala, gouda e gruyére
  • Frutos do mar: peixes. brancos, ceviches..
  • Saladas frescas de folhas e frutas
  • Massas com ervas frescas
  • Nozes, frutas secas, presunto de parma.

CONCLUSÃO

Sauvignon Blanc

Hoje, a Sauvignon Blanc é muito popular entre os consumidores de vinho de todo o mundo. Igual que uma marca de confiança, seus sabores são únicos e bem reconhecíveis. Seus vinhos são refrescantes e podem ser desfrutados com ou sem comida. Alguns produtores estão preocupados de que algum dia os consumidores possam se cansar de vinhos com aromas herbáceos tão intensos. Por isso, estão experimentando ir mais além do estilo clássico, afim de manter sua oferta de Sauvignon Blanc interessante e variada.

Tá curtindo o curso ou caiu aqui nesse post de paraquedas? Clica aqui pra acompanhar todas as aulas direitinho!

Quer fixar de VERDADE o conteúdo? Resolve essas perguntas que deixei pra vocês nesses flashcards! 🙂

Temos as aulas em vídeos também no Youtube! Qualquer dúvida, não esqueçam de deixar nos comentários! Um beijo!

Related posts

ELABORAÇAO DE VINHOS DOCES

Laíse Mesquita

VINIFICAÇÃO – COMO OS VINHOS SÃO PRODUZIDOS?

Laíse Mesquita

DOENÇAS DA UVA

Laíse Mesquita
%d blogueiros gostam disto: